quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Autores que ainda quero ler (1/3)


Porque é bom ter a mente aberta.

Todo bom leitor que se presa faz algumas listas. Livros favoritos, sagas favoritas, escritores favoritos, livros para ler no próximo ano e por aí vai. Todavia, confesso ter minhas dificuldades em montar listas de favoritos. Até consigo escolher, colocar numa ordem é que complica minha vida. Mas isso não importa hoje, pois uma lista de autores que ainda se quer ler não precisa de ordem.

Para essa lista considerei apenas escritores dos quais ainda não li nenhum texto se quer e pretendo ler o maior número possível de obras durante a vida. Por isso a ausência de autores nacionais como Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meireles ou até Clarice Lispector (que não era brasileira mas é como se fosse) por ter lido poemas, contos e crônicas destes no colégio ou em coletâneas. Mesmo assim ficou um tanto longa, então achei melhor dividi-la em três partes. Dadas as explicações, vamos à primeira parte da lista:

Agatha Christie
A famosa Dama do Crime não poderia ficar de fora dessa lista uma vez que adoro um bom mistério e por tudo que já li a respeito dela sou mais uma fã em potencial. Ela escreveu mais de oitenta livros, sendo alguns usando o pseudônimo Mary Westmacott. Segundo o Wikipedia, Christie escreveu setenta e dois romances (sendo sessenta e seis deles do gênero policial) e vários contos publicados em quatorze coletâneas. Não sei se conseguirei ler tudo, mas certamente quero conhecer seus famosos personagens como Hercule Poirot e Jane Marple e ler o máximo possível.



Arthur Conan Doyle
Há muitos anos tenho vontade de ler as obras de Sir Arthur Conan Doyle, que aumentou ainda mais depois de assistir a série Sherlock. Apesar de ser mais conhecido por sua revolução na literatura criminal, também escreveu ficção científica, novelas históricas, peças e romances, poesias e obras de não-ficção. Não consegui encontrar o número exato de livros escritos por Conan Doyle, e ao que parece nem todos foram traduzidos para o português, mas já garanti toda a coleção de Sherlock Holmes e pretendo ler também as narrativas com o Professor Challenger e o que mais eu puder.



Charles Dickens
Tido como o mais popular romancista da literatura inglesa da era vitoriana, Dickens está nessa lista por vários motivos. Primeiro por ser o autor de Um Conto de Natal, história que amo e já assisti algumas adaptações apesar de ainda não ter conseguido ler a obra original. E segundo que fico curiosa por todos os comentários a respeito de sua narrativa, seus personagens e sua crítica social. São cerca de vinte romances principais (sendo um inacabado), mais alguns sob o pseudônimo Boz e vários contos. Muitas de suas obras ainda não foram traduzidas para o português, como é o caso de Our Mutual Friend que quero muito ler. Mas não perco a fé.



Jane Austen
Talvez eu nem precisasse dar motivos, pois Jane Austen não precisa de nenhum para que seus livros sejam lidos. Sinto uma vontade enorme de conferir seus romances aparentemente inocentes mas que retratam com ironia a sociedade de sua época, em especial sobre a educação feminina. São seis romances publicados e quatro obras curtas. Já garanti Lady Susan, e provavelmente é por onde irei começar. Por não serem tantos acho que dou conta de ler a obra completa de Austen, e espero conseguir.



Ernest Hemingway
Acho que a melhor forma de dizer porque quero ler Ernest Hemingway seria com a pergunta “por que não?”. Motivos certamente não faltam e seu nome fala por si só. Mas o fato de usar suas experiencias em gurras e no tempo em que viveu na Espanha como inspiração para algumas de suas obras é algo que me desperta mais interesse do que consigo expressar. São dez romances, sete obras de não-ficção mais as coletâneas de contos. Esse é outro que acho (e espero) que consigo conferir a obra completa.




Aqui encerro a primeira parte. Quais autores você ainda quer conferir?

10 comentários:

  1. Oi Gabi,
    Agatha Christie vale mto a pena conhecer. Meus livros preferidos são O Assassinato de Roger Ackroyd e O Caso dos Dez Negrinhos.
    Do Dickens só li Grandes Esperanças e virei fã. Esse ano quero ler pelo menos oliver twist.
    Os unicos romances que realmente gosto são os da Jane Austen. Meu preferido é o clássico Orgulho e Preconceito.
    Tbm n li nada do hemingway ainda, e tenho bastante curiosidade.
    PS: indicamos vcs para uma TAG.
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi,
    Nessa lista tem dois autores que preciso ler pela primeira vez também, são: Jane Austen e Agatha Christie!
    Bjs!
    Viciados Pela Leitura

    ResponderExcluir
  3. Oi Gabi,

    Ótima ideia da lista. Tentei fazer uma assim no começo do ano, mas a preguiça me venceu, hehehehe. Embora, se fizesse você notaria bem mais a presença de autores contemporâneos, mas entre esses ícones citados já li algumas coisas da Agatha e ela é espetacular, Sir Conan Doyle, Dickens e Austen tão na lista. Outro que pretendo conhecer esse ano é o Victor Hugo, já tenho Os Miseráveis aqui em casa, um tijolão imenso por sinal, mas que quero muito ler.

    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  4. GabrielaCeruttiZimmermann8 de fevereiro de 2015 15:27

    Então, Alê, toda vez que vejo você ou a Mari comentando Agatha Christie fico me perguntando "por que não li ainda". Espero mudar isso ainda esse ano.
    Dickens e Austen meio que ocupam uma mesma categoria na minha lista, pois por já ter visto adaptações de algumas obras e gostado tanto das histórias quero conferir os originais.
    Hemingway é basicamente por referências e comentários de amigos.
    Acabei de passar na tag que indicaram pra gente. Obrigada! :)


    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. GabrielaCeruttiZimmermann8 de fevereiro de 2015 15:33

    Então vou te confessar uma coisa, Jeferson: Eu queria fazer essa lista desde que criei o blog. kkkkkkkk Preguiça wins. :P
    Também quero muito ler Os Miseráveis, tenho uma queda por livros grandes. Mas não sei nem que edição comprar. :/


    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. GabrielaCeruttiZimmermann8 de fevereiro de 2015 15:35

    Acho que essas duas estão na lista de muita gente, Iris. :)


    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Francielle Couto Santos10 de fevereiro de 2015 12:50

    Gabi, excelente seleção! Dos autores citados eu tive a oportunidade de ler obras de três... foram experiências ótimas, principalmente com Agatha Christie. Ela é incrível!!! Enfim... preciro ler Conan Doyle, também. Urgente!!!

    Abraços,
    http://universoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. GabrielaCeruttiZimmermann11 de fevereiro de 2015 17:40

    Você ainda tem que ver as próximas duas partes da lista, Fran. [rs] Mas fico contente que tenha gostado dos primeiros selecionados. ^^ Quero ver se leio algo da Agatha ainda esse ano, só não sei por onde começar e não posso fazer compras por enquanto. :/ E precisamos muito ler Conan Doyle!


    Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Desses eu posso falar de Agatha Christie e Conan Doyle.
    Sherlock Holmes é minha paixão literária desde que eu era criança, e ao mesmo tampo também posso dizer que ele produziu outras coisas que valem a pena. Se quiser ler algo não-Sherlock, recomendo o livro A Nova Catacumba, que é um compilado de contos de terror.
    Quanto a Agatha Christie, só li um livro e um conto dela, mas gostei bastante :D


    Beijos,
    Thiago - http://gentlegeek.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. GabrielaCeruttiZimmermann20 de fevereiro de 2015 17:24

    Dica do livro do Conan Doyle anotada, Thiago. E quero ver se começo Sherlock o quanto antes. O mesmo digo sobre Agatha Christie. :)


    Beijos!

    ResponderExcluir