quarta-feira, 15 de julho de 2015

[Vale Ver #04]: Marvel's Daredevil


O homem sem medo.

Depois de quase um ano a coluna Vale Ver está de volta. Isso porque agora que decidimos não fazer mais balanços de temporada espero conseguir que a coluna se faça presente ao menos uma vez por mês. Assim vocês, caros leitores, poderão ter indicações de séries do jeito que merecem. E pra marcar esse retorno escolhi Marvel's Daredevil, a primeira série do projeto Marvel's The Defenders, que tem sido um grande hit.

Meu primeiro contato com o herói foi através do filme Demolidor – O Homem Sem Medo (2003), estrelado por Ben Affleck e Jennifer Garner. Diferente de muitos, consegui apreciar o filme, talvez em parte porque não li os quadrinhos que lhe deram origem. Já que muitas queixas são por não ter sido fiel à HQ. De qualquer forma gosto da história, e quando soube que Marvel e Disney fizeram parceria com a Netflix para produzir uma série de Daredevil sabia que precisava arranjar um espaço na grade.

Matt Murdock sofreu um acidente com produtos químicos aos nove anos de idade que o deixou cego, mas também fez com que seus outros sentidos ficassem superaguçados. Já adulto ele se forma em Direito e monta um escritório de advocacia com seu amigo Foggy, pretendendo atender apenas pessoas honestas. Essa é sua maneira de fazer justiça em Hell's Kitchen (bairro perigoso de Nova York onde cresceu) durante o dia. Porque à noite, ele se torna um justiceiro mascarado.


A 1ª temporada de Marvel's Daredevil (ou apenas Daredevil) teve 13 episódios e foi toda disponibilizada pelo Netflix em 10 de Abril desse ano. Nesse período vimos o desenvolvimento do herói de forma plena e satisfatória. As coisas acontecem no seu tempo mas sem enrolar o telespectador. Vemos Matt descobrir que ser um vigilante não é tão simples na prática como na teoria, como funciona o crime organizado em Hell's Kitchen, o que move cada um dos personagens principais e como pode ser terrivelmente difícil fazer a coisa certa.

A série apresenta um clima neo-noir, o que vem a calhar uma vez que o Demolidor é um dos personagens da série de quadrinhos Marvel Noir criada em 2009. Além de ser uma ótima forma de contar essa história. É tudo muito bem planejado, da apresentação e envolvimento dos personagens aos flashbacks. Tanto da infância e época de faculdade de Matt quanto da infância do vilão Wilson Fisk. Aliás, que vilão! Daqueles que você quer que pague pelos seus crimes mas não saia totalmente da parada.

Surpresas não faltam na trama, mesmo quando algo parece previsível tem um toque inesperado. É bom mencionar que personagens cruciais são mortos sem dó nem piedade, tudo pelo bem do enredo. Tudo tão bem arquitetado que até tal momento você imagina que tanto poderiam morrer por suas atitudes ou viver muito e provocar um grandes plots twits. Embora suas mortes também gerem reviravoltas.


Daredevil é a primeira de quatro séries da Netflix com o universo Marvel, as outras serão Jessica Jones, Iron Fist e Luke Cage. E esses quatro personagens futuramente irão se unir na minissérie Marvel's Defenders, podendo também ganhar filmes. Também é a primeira produção do serviço de streaming a possuir audiodescrição para deficientes visuais, por enquanto apenas em inglês mas prometeram fazê-lo em outras línguas e nas demais produções originais. Porque não basta ter qualidade, tem que ser acessível a todos.

Confesso não ter tanta experiência com super-heróis quanto gostaria, mas, do que pude acompanhar até agora, Demolidor não só é um dos meus favoritos como me rendeu a melhor série do gênero até o momento. Mal posso esperar pela 2ª temporada que só chega ano que vem, bem como as outras séries Marvel na Netflix. Mas essas são promessas pra esse ano. ;)

8 comentários:

  1. Tatiana R. Castro16 de julho de 2015 19:38

    Estou na metade da temporada e amando!

    SUA ESTANTE

    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
  2. Francielle Couto Santos17 de julho de 2015 11:49

    Gabi, fico muito feliz que a série tenha te agradado.Sinceramente, não senti vontade de acompanhar a trama, embora eu também tenha curtido o filme (*-*). Mas quem sabe um dia eu não veja? Ebfim, adorei o texto. É sempre muito bom conferir suas experiências.

    Abraços,
    www.universoliterario.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Gabi,
    Acabei nao entrando nessa onda de séries sobre super herois, justamente pq nao curto mto HQs.
    Acho que essa estória de vigilante não me convence mto, além de me dar aquela sensação de mais do mesmo.
    Mas o que me surpreende é como o netflix tem investido em séries proprias. Só esse ano já foram bloodline, sense8 e daredevil, e todas estão dando o que falar. Canais a pago que se preparem.
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. GabrielaCeruttiZimmermann18 de julho de 2015 17:28

    Agora eu fiquei curiosa pra saber por que o Demolidor é o que você menos gosta, Bia. Eu só vejo o que me chama mais atenção, pois é muita coisa de super-heróis e não dou conta de tudo. [rs] Vou esperar sua opinião. :)


    Ah mas provavelmente vai rolar muita coisa que você já viu/vê e que também já passou por aqui de alguma forma, então não creio que será um problema. ;)


    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. GabrielaCeruttiZimmermann18 de julho de 2015 17:35

    Eu te confesso que tava bem em cima do muro antes da estreia, Fran. Sempre rola aquele medinho quando gostamos da adaptação anterior né? Mas resolvi arriscar e acabei gostando. E fico feliz que tenha gostado do texto. :)


    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. GabrielaCeruttiZimmermann18 de julho de 2015 17:48

    Bem, minha relação com super-heróis é um pouco mais complicada que isso, Alê. Amo HQs, mas não as de heróis. Minhas referências destes vem dos desenhos e filmes, de modo que só acompanho os que me chamam mais atenção.
    E realmente o Netflix tá dando um show. Além das séries estão produzindo animações e li que estão começando a produzir filmes. As operadoras de TV que se cuidem!


    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Ótimo texto Gabi, como sempre, bem informativo, expondo bem suas opiniões. Da mesma forma, adorei a serie, vc sabe. Season finale fantástico, enfim. Como sou viciado em series de super heróis (também rs), essa não poderia ficar de fora, ainda mais com a parceria fantástica Netflix/Marvel. Isso ai, bjo, que venha a segunda temporada.

    ResponderExcluir
  8. GabrielaCeruttiZimmermann19 de julho de 2015 15:26

    Obrigada, Fábio! Isso que acabei sendo meio superficial com relação a trama pra não correr risco de soltar graves spoilers. [rs] Fico feliz que tenha gostado do texto. Agora é esperar a 2ª temporada e o que mais vier dessa bela parceria Netflix/Marvel. :)


    Abraços!

    ResponderExcluir