terça-feira, 28 de outubro de 2014

Gotham – Primeiras impressões


Uma parte quase desconhecida da lenda.

Sei que está um pouco tarde para um post de primeiras impressões, mas ocorreram algumas mudanças no planejamento e por isso só agora. E antes tarde do que nunca. Sei também que talvez eu seja a pessoa menos adequada para falar sobre a série, por isso será um texto praticamente leigo. A própria decisão de assisti-la veio quase aos 45min do segundo tempo, pois apesar de gostar muito desse universo de super-heróis não tenho muito aprofundamento. Mas como a história de Batman sempre foi uma das que mais gostei e o trailer me deixou bastante empolgada, resolvi adicionar à grade.

Gotham mostra um capítulo pouco explorado dessa história, o início da carreira de James Gordon como detetive e a adolescência de Bruce Wayne. O ponto de partida é o momento em que as vidas de ambos se cruzam, com as investigações sobre o assassinato dos pais de Bruce. Esse aliás deve ser o grande plano de fundo da 1ª temporada. Veremos como os dois evoluem ao mesmo tempo em que conhecemos melhor a cidade de Gotham e suas instituições de crime organizado. Acompanharemos também o desenvolvimento de grandes personagens, mocinhos e bandidos. A ideia é que a série acabe no momento em que Bruce veste o uniforme de Batman pela primeira vez.

Numa produção como essa, a construção e caraterização dos personagens são itens primordiais. Vocês já os conhece de outros carnavais, outras plataformas. E se você não conseguir enxergar a essência do que já conhece na nova versão tudo estará perdido. Felizmente aqui o resultado foi mais que satisfatório, permitindo que até quase leigos como eu consigam identificá-los e se envolver com eles. Claro que bons atores são imprescindíveis, e o elenco escolhido é brilhante em transmitir as características originais ao mesmo tempo em que dão seu próprio toque. Só preciso dizer que não podiam ter feito escolhas melhores para os papéis dos jovens Bruce Wayne e Selina Kyle do que David Mazouz e Camren Bicondova. Os dois representam muito bem os futuros Batman e Mulher Gato, mostrando perfeitamente o desenvolvimento de caráter desses personagens que conhecemos tão bem.


Um ponto extremamente positivo é a cenografia, mesmo as partes (principalmente vistas áreas) feitas em CG são perfeitas. As imagens não perdem em nada para os grandes filmes. Você sente Gotham como um lugar real, vive Gotham. Em contrapartida, a temporalidade me pareceu um tanto confusa. Digo isso porque os figurinos parecem ser de uma época, os automóveis de outra e os eletrônicos de uma terceira. Com eletrônicos quero dizer celulares e computadores, que são raros mas ainda assim estão lá e ambos parecem ser de épocas diferentes um do outro. Mas então penso que se passa em um universo alternativo e fica tudo bem.

Gotham alia muito bem em sua trama o melhor do gênero policial e das histórias de super-heróis. Isso faz com que a série seja procedural, ferramenta que não é a favorita de muitos. Mas vale lembrar que todas as séries de super-heróis (seja em live-action ou animação) são sempre procedurais. Todavia, a trama central nunca é esquecida e está em constante desenvolvimento. Sem falar que o enredo é bastante ágil e intricado. Pelo menos por enquanto estou gostando bastante.

A estreia foi dia 22 de Setembro, vem dividindo opiniões mas a FOX já garantiu temporada completa de 22 episódios para Gotham. Por enquanto a série está garantida, mas espero que isso também signifique um começo promissor para essa que tem tudo para se tornar uma série de sucesso. Continuo acompanhando e recomendo.

Ficha Técnica

Gotham (Universo DC Comics)

Elenco: Benjamin McKenzie, Donal Logue, David Mazouz, Sean Pertwee, Robin L. Taylor, Camren Bicondova, Jada Pinkett Smith e Zabrina Guevara.

Estreia: 22 de Setembro de 2014

Exibição: Segundas-feiras, pela FOX (EUA)





Trailer

6 comentários:

  1. Gabi eu queria muito ter começado acompanhar esta série, mas algumas críticas me desanimaram. A sua até que me fez sentir vontade de assistir, é uma pena eu estar com a grade cheia.
    Enfim, as séries de hoje em dia estão com as imagens cade vez melhor, acho que a TV resolveu realmente investir em séries. E em questão do tempo que a série se passa, é uma pena ter a diferença de roupas, automóveis, pois é um ponto bem notável, eles deviam ter se preocupado mais.
    Mas além de tudo parece ser uma boa série, e estou animado para quem sabe algum dia conferir.


    Abraços
    www.booksever.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. GabrielaCeruttiZimmermann28 de outubro de 2014 18:13

    As opiniões sobre Gotham estão mesmo bem divergentes, Filipe. Mas, pelo menos por enquanto, estou gostando bastante.
    Acho que fizeram essa mistura de roupas, carros e etc como forma de homenagear as várias versões do Batman, dos quadrinhos aos desenhos e diversos filmes. Mas ainda assim é estranho. Mas deixe na reserva sim. :)


    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Eu estou bem empolgado para assistir Gotham, mas acabei optando por esperar ela chegar no Netflix (ou não, depende se eu vou resistir).
    De qualquer maneira, Flash e Constantine eu estou gostando bastante, e pelos elogios, acho que vou adorar Gotham também.
    Beijos,
    Thiago - http://gentlegeek.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. GabrielaCeruttiZimmermann30 de outubro de 2014 18:17

    Constantine também estou assistindo, Thiago. Gostei muito do piloto. Mas Gotham recomendo sim, mesmo que precise esperar até que saia no Netflix valerá a pena. :)


    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Ei Gabi,

    No que diz respeito a super-heróis também sou bastante leigo. Agora que estou mergulhando nesse universo. Não é nada que me deslumbre, mas eu tenho gostado bastante. Por isso já tenho Flash, Constantine e Gotham na lista de espera. Meu texto me deixou ainda mais curioso para conferir.

    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  6. GabrielaCeruttiZimmermann3 de novembro de 2014 18:31

    Eu sempre gostei mas o problema foi falta de oportunidade mesmo, Jeferson. Leia-se: machismo. Agora que mando em mim vejo o que quero. [rs] Constantine também estou vendo, mas quem vai escrever sobre é a Hanna. Mas assim como Gotham estou gostando. :)


    Abraço!

    ResponderExcluir