quinta-feira, 2 de outubro de 2014

[Resenha] Metamorfose?

Nome: Metamorfose?
Série: O Protetorado da Sombrinha – Livro #02
Autora: Gail Carriger
Edição: 1/2013
Editora: Valentina
Páginas: 320

Sinopse: Nesta deliciosa e maldita sequência da série iniciada com Alma?, Alexia Tarabotti se encontra envolvida, só pra variar, em um mistério sobrenatural.

Alexia Maccon, a esposa do Conde de Woolsey, é arrancada do sono cedo demais, no meio da tarde, porque o marido, que deveria estar dormindo como qualquer lobisomem normal, está aos berros. Dali a pouco, ele desaparece – deixando a cargo dela um regimento de soldados sobrenaturais acampados no jardim, vários fantasmas exorcizados e uma Rainha Vitória indignada. Mas Lady Maccon conta com sua fiel sombrinha, seus artigos da última moda e seu arsenal de respostas mordazes. Mesmo quando suas investigações a levam à Escócia, o cafundó do Judas onde abundam abomináveis coletes, ela está preparada e acaba provocando uma verdadeira reviravolta na dinâmica da alcateia, como só uma preternatural é capaz de fazer.
Talvez até encontre tempo para procurar seu imprevisível marido. Mas apenas se... lhe der vontade.

Comentários:

E depois de quase um ano finalmente consegui conferir o segundo volume dessa série maravilhosa que é O Protetorado da Sombrinha. Seja porque demorei para adquirir o livro ou porque sempre acabava colocando outras prioridades na frente. O fato é que enfim li, e quero cada vez mais desse fantástico mundo criado por Gail Carriger.

Metamorfose? começa três meses após o final de Alma?, Alexia e Lorde Maccon já estabeleceram sua vida de casados ao mesmo tempo em que ela aderiu totalmente ao seu trabalho como Muhjah da Rainha Vitória. Tudo ia relativamente bem até que um novo desastre sobrenatural começa a preocupar, pois coloca toda a sociedade britânica em risco. Algo faz com que todos os seres sobrenaturais percam seus poderes e se tornem mortais. Alexia precisa mais do que tudo descobrir a origem desse problema e resolvê-lo.

Confesso que a sinopse me enganou um bocado, imaginei que Conall ficaria sumido por quase toda a história e Alexia teria que procurá-lo. Felizmente não foi bem isso que aconteceu, ou o livro teria perdido muitos bons momentos entre os dois. Mas talvez por isso tenha tido a sensação de que esse livro teve menos ação que seu antecessor. O que não significa que foi menos interessante, pelo contrário. A autora aproveitou para expandir e criar arcos, desenvolver e criar personagens. Tudo ao seu jeito peculiar.

Se alguns reclamaram que Alma? não teve muito de steampunk, em Metamorfose? não puderam mais. As engenhocas imaginadas por Carriger são de causar murmúrios de admiração. Começando pela nova sombrinha de Alexia. Se antiga já era incrível a nova é uma verdadeira arma multiúso que foi pro topo da minha lista de desejos. A autora também continua aliando a Ciência e o sobrenatural de forma cada vez mais instigante. Criou varias possibilidades para o que poderia ser a causa da epidemia de mortalidade dos sobrenaturais e no fim o resultado foi ao mesmo tempo surpreendente e de fazer exclamar “mas é claro que tinha que ser isso!”.

Não nego que a pouca aparição de personagens como o Professor Lyall e Lorde Akeldama me deixaram querendo mais, apesar de que os momentos em que apareceram foram decisivos. Por outro lado tivemos personagens como Ivy, Tunstell e a insuportável da Felicity sendo mais explorados e servindo como ótimo alívio cômico. E também o acréscimo de novos personagens como a Madame Lefoux, que com toda a sua irreverência e peculiaridade agregou ainda mais valor a trama e promete ser muito importante em acontecimentos futuros. E claro, nossa querida Alexia dá cada vez mais o que falar.

Ao meu ver, Carriger acertou muito em usar Metamorfose? para expandir sua mitologia e explorar mais o lado dramático. Sabendo mais sobre o passado dos personagens e tendo mais informações sobre seus seres (uma vez que a autora optou por criar sua própria versão do sobrenatural), as expectativas para os próximos livros aumentam ainda mais. Principalmente se considerar o final, e que final! Se em Alma? tudo acabou bem, aqui a coisa foi muito diferente. Fiquei extramente revoltada com um certo alguém. Mas apesar disso entendi a confusão dele, pois o que muitos acharam uma decisão equivocada foi algo que me causou dúvida devido as explicações dadas.

Com isso fico na expectativa de que a Valentina lance logo o terceiro volume, Blameless (que ainda não sei qual será o título no Brasil, mas deduzo que será Inocente?). Pois a ansiedade pra saber o resto da história só aumenta, e esse terei que garantir logo que sair. E se você ainda não conhece a série, confira a resenha de Alma?.

4 comentários:

  1. Ei Gabis,

    Incluir esse em minha lista quando li sua resenha de Alma? e agora com seus comentários sobre Metamorfose? minha curiosidade foi ainda mais aguçada. Tenho uma queda por protagonistas fortes e cheias de tiradas irônicas e a Alexia parece ser bem esse tipo. Enfim, ótima resenha!!!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. GabrielaCeruttiZimmermann3 de outubro de 2014 17:29

    Bom saber que está na sua lista, Jeferson. E também que que te deixei mais curioso. [rs] Creio que você vai adorar a Alexia, e também a Madame Lefoux. :)


    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Gabi ainda não tive a oportunidade de conhecer a série.
    Em relação a sinopse, acho que foi um ponto positivo pois encontrou no livro algo que não esperava ao ler a sinopse. Foi meio que uma surpresa positiva né?
    A história é de fato bem interessante e acho que prenderia minha atenção caso eu começasse a ler a série. Só não gostei muito desta capa, não consegui achá-la bonita.


    Ótima resenha Gabi, bjsss
    www.booksever.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Gabi!

    Nossa, a série parece ser demais! Totalmente diferente de tudo o que eu já li.

    E que bom que vc gostou, né? Eu realmente me interessei, e a sua resenha fortaleceu isso. Ficou incrível *-*
    Com certeza tá na minha lista.

    Beijos!

    http://penny-lane-blog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir